2.6.10

do que vem dentro

Sabia que passado era feito de cheiros. Cheiros bons que lhe enchiam de imagens, fazendo com que a menina suspirasse muitas vezes no dia. Cheiro de café no meio da tarde era tempo de morar com a vó. Tempo de brincar até tarde na rua. De pedir benção pra dormir e levar beijo na testa por isso. Cheiro de quentão, no meio de Junho, era festa no Sítio do Tio. Tempo de apanhar vagalume e guardar num frasquinho pra luz não sumir. Que era esse o desejo da menina desde cedo: o de manter as luzes acesas por mais que disessem não. Por mais que o vento soprasse. Cheiro de bolo saindo do forno era amigas reunidas em volta da mesa, pra falar de um novo paquera, do primeiro beijo, de um olhar trocado com um colega de sala. Cheiro de mato era correria no quintal do vizinho, trepanças em árvores, lambuzeiras de goiabas e mangas e outras coisitas mais. Tempo de apostar corrida pra ver quem chegava primeiro. E o último era sempre a mulher do padre.

Cheiros bons que invadem o peito, tomam conta de tudo e faz a gente lembrar do bonito que foi e que, de um jeito ou de outro, permanecerá bem dentro, bem forte, esparramando alegrias todas às vezes que o frasco for derramado. Perfume da memória que o tempo não destrói e que o coração não apaga.

3 comentários:

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Estou cinza como o céu desta tarde.
Mas, tenho nas mãos um ramalhete de flores.

à ti,

ofereço.



Um beijo de sonho com sol

Ziris disse...

Fazia tempo que queria ler algo assim e na mais ambiciosa intenção, escrever.

Meus dedos congelaram e tão querendo me pôr na terapia. Mas já dizia Cazuza: "Tenho medo de fazer terapia e perder a inspiração."

Resolvi vir me tratar aqui! Diz uma Pipa voadeira que vc é uma doutora de mão cheia, dessas que faz de conta, e faz com que a gente faça de conta de novo.

Obrigado pela sessão. Manda a conta lá pra casa rs...

bjsss

Julia disse...

Cheiros marcam mais que tudo.Ninguém pode tirá-los da sua memória. E quando eles são redescobertos, fazem milagres, arrancam sorrisos, acalentam a alma.

Seu blog tá melhor a cada dia. Ele busca no fundinho da memória coisas que não lembrava que já havia sentido. E me mostra que há muito mais por aí.


Quando puder, dá uma olhadinha no meu: www.corratrasdasnuvens.blogspot.com