10.2.11

nunca duvide disso


ele pra ela:

mas eu nunca precisei de você.

ela pra ele:

eu sei que nunca precisou, a gente não precisa de ninguém,
o verbo não é esse PRECISAR, o verbo é outro. Mas deixa pra lá,
você nunca vai conseguir entender isso mesmo.

O verbo, seu moço, é AMAR.



.

9 comentários:

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Hermana,

Esses Monstros tem que lidar é com é boi, cabrito, vaca! Né com gente não...

Aliás, levando em conta seu texto chego a pensar que tou é ofedendendo os coitadim dos animais! rs

Um xerim.

disse...

E o verbo amar se completa com o adjetivo melhor coisa do mundo! :)

Keli Wolinger disse...

Muitas vezes este verbo só se conjuga na primeira pessoa do singular.

Bjos de flor

Sizií disse...

E tem jeito que não entende mesmo, por mais visivel que seja!!
:(

xerim

@bellanogueiira disse...

E que além de descobrir o verbo ele saiba como executá-lo da melhor forma, da forma que não machuca ninguém.

Beijos doce ;*

bellanogueiira.blogspot.com

Lu Tostes disse...

Simplesmente adorei... :)

Beijo.

Morena disse...

Que lindo e encantador. Como tudo por aqui.

Seguindo!

Beijos!

minny disse...

amei.. de coraçao..
o verbo e amar, mas dificil mesmo e fazer o outro entender..

z i r i s disse...

Sei exatamente do que falas aí Serena. Exatamente!

Como disse o Velho Santiago em comentário a um dos meus textos e eu nunca mais esqueci: o homem quer cerveja mas o menino precisa de leite em pó!

O fato é que é!


Te abraço forte!