25.1.10

dialogando

Serena-Cris: O Seu Manoel fala assim: 'Seu olho exagera o azul.' Mas o meu tá exagerando é no sem-cor. Vem cá ... e pooooooooode? Diz pra mim. Depois de tanta luta e tantas pílulas tomadas juntas, eu tinha que enxergar sem-cor? É um desarraso total. Logo eu, que fui sempre tão serena. Logo eu, que fui sempre tão feliz ...

Serena-Cris, depois de 5 min de conversa com Pipa: Pode não. Pode nem. Daqui eu luto contra exércitos nazistas. Com espada em riste. Enquanto rezo para me proteger. Para sair ilesa dessa batalha toda. Para sacudir o pó da saia e amanhã dançar até o sol nascer.

Do que a Pipa me mandou: Palavra do dia:

Se você acredita é tudo verdade.

Um beijo

'Vede, vede, é dia já... Vede o dia... Fazei tudo por reparardes só no dia, no dia real, ali fora... Vede-o, vede-o... Ele consola... Não penseis, não olheis para o que pensais... Vede-o a vir o dia... Ele brilha como ouro, numa terra de prata. As leves nuvens arredondam-se à medida que se cobrem... Se nada existisse, minhas irmãs?... Se tudo fosse, de qualquer modo, absolutamente coisa nenhuma?'


[Fernando Pessoa: O marinheiro]
.

3 comentários:

Pipa. A que sonha. disse...

Sabe Serena, certa vez falando com Santiago, entendi:

A gente tem mesmo que erguer os olhos para outro. Assim, compreenderemos que jamais estaremos sozinhos. Pois nem que seja com um gesto, com um olhar, com uma saudade, com uma história, a gente fica.


Um beijo

ErikaH Azzevedo disse...

O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim, esquenta e esfria, aperta e despois afrouxa e depois desinqüieta.
O que ela quer da gente é coragem.
O que Deus quer é ver a gente aprendendo a ser capaz de ficar alegre e amar, no meio da alegria.
E ainda mais alegre no meio da tristeza.
Todo caminho da gente é resvaloso, mas cair não prejudica demais, a gente levanta, a gente sobe,
a gente volta.


.(João Guimarães Rosa, in: Grandes sertões: Veredas).

bjos meus!

Erikah

renata carneiro disse...

se a gente acredita, a verdade sempre habita.

beijos!